Imprimir

A Instituição

Campus Santos Dumont do IF Sudeste MG

 

O Campus Santos Dumont do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais atende às necessidades geradas pela evolução do mercado e dos investimentos aplicados no setor ferroviário brasileiro. Em sintonia com o município de Santos Dumont, de vocação ferroviária, ele atualmente oferece cinco cursos técnicos, nas seguintes áreas: Manutenção Metroferroviária (antes Transporte Ferroviário), Transporte de Cargas, Eletrotécnica, Mecânica e Guia de Turismo.
 
Ainda na condição de Campus Avançado, a instituição foi criada em 25 de fevereiro de 2010 pela resolução 002 do Conselho Superior do IF Sudeste MG. Antes da estruturação dos cursos e do início das atividades, houve uma ampla discussão, conduzida a partir de setembro de 2009 por uma comissão da qual fizeram parte: a Secretaria-Geral da Presidência da República, o Ministério da Educação, o Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais, a Prefeitura Municipal de Santos Dumont, o Centro Municipal de Educação Profissional de Santos Dumont (CEMEP), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o Departamento Nacional de Estrutura de Transportes (DNIT), a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), a Inventariança da extinta Rede Ferroviária Federal e o Instituto de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
 
Após alguns meses de debate, o grupo de trabalho identificou e formalizou o objetivo do Campus. Ele foi criado para habilitar a cidade a receber pessoas, empresas e organizações que a consolidem como referência no país, transformando-a em um centro nacional de educação e desenvolvimento de tecnologias para o setor ferroviário.
 
A concentração de parte das atividades no âmbito ferroviário não implica um Campus monotemático. Na verdade, a especialização é um diferencial em relação a cursos oferecidos em outras escolas e, portanto, um caminho que a instituição escolheu para se destacar, atendendo às demandas do município e do país. Um exemplo bem ilustrativo é o Técnico em Guia de Turismo. Ele oferece todas as vantagens de um curso técnico convencional da área, com o bônus de proporcionar aos estudantes noções importantes sobre o guiamento em trens.
 
As circunstâncias locais indicavam uma cidade de forte tradição ferroviária. Desta maneira, o estudo das características e da vocação do município foi muito mais determinante do que outros aspectos (o econômico, por exemplo) no momento de implementar os cursos. O contexto nacional apontava um crescente investimento no setor (invertendo a curva descendente de décadas anteriores) e uma escassez de cursos profissionalizantes na área. O Campus Santos Dumont pretende preencher essas lacunas.
 
Um dos pontos importantes para a evolução do Campus é o estabelecimento de parcerias. Desde o início das atividades, a instituição estreitou laços, por exemplo, com o Campus Cariacica do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), a Universidade de Newcastle, no norte da Inglaterra, e a concessionária MRS Logística. Idealizado pelos Campus Santos Dumont e Cariacica, o Seminário de Integração do Setor Ferroviário (Sisfer) é realizado desde 2011.
 
Em 24 de abril de 2013, o IF Sudeste MG oficializou a mudança do status de sua unidade em Santos Dumont. Ela deixava o título de Campus Avançado para ser, definitivamente, um dos Campus do Instituto. A partir de 2015, o Instituto Federal oferta na cidade cursos técnicos integrados ao Ensino Médio, inicialmente com Mecânica e Manutenção Metroferroviária.
 
O Campus e a comunidade
A democratização do ensino é uma das principais bandeiras do Campus Santos Dumont, que sempre recebe e ouve os pais de alunos. Recentemente, foi criado o Conselho de Pais, que elegeu um representante para participar do Conselho de Campus, órgão responsável por decisões estratégicas na instituição.
 
A integração com a sociedade também é elemento indispensável, uma vez que a viabilidade dos Institutos Federais está condicionada aos benefícios que eles proporcionam à comunidade. O setor de Assistência Estudantil, por exemplo, está em constante contato com entidades do município, para que a população saiba que pode contar com o Campus e para abrir as portas a potenciais estudantes.
 
Hoje, o Campus ocupa uma área de aproximadamente 30 mil metros quadrados, onde funcionavam a Escola Profissional Fernando Guimarães e uma oficina da Rede Ferroviária Federal. Anexo ao IF, está ainda o antigo Centro Municipal de Educação Profissional (CEMEP) de Santos Dumont, cuja estrutura foi mantida e associada às novas instalações. A criação do Campus consolida a tradição da cidade em educação profissionalizante, iniciada na década de 1940, e insere Santos Dumont na maior rede de ensino técnico do país: os Institutos Federais.
 
Visita - CRAS.jpg
Transporte de Cargas.jpg
Mecânica_0.JPG
Manutenção Metroferroviária.jpg
Guia de Turismo.jpg
Guia de Turismo 2.jpg
Curso de NR-10 Eletrotécnica.jpg
Aprendizes da MRS.jpg

Documentos Institucionais

Documento Arquivo
Regimento Geral IF Sudeste MG clique para baixar